Sintec quer aumentar a participação dos jovens e deve criar a Secretaria de Juventude

28/12/2021
Rafaela Patrício- B Hora Consultoria

O Sindicato dos Técnicos Industriais no Espírito Santo (Sintec) tem buscado ampliar a participação dos jovens no sindicato e para isto, estuda implantar a Secretaria de Juventude. “O Sintec quer integrar os jovens ao sindicato e uma das nossas metas é criar a Secretaria da Juventude”, afirmou a diretora de Comunicação, Ana Emília Ferreira Furtado.

A secretária de Juventude da CUT-ES, Taiza Bruna Assunção Medeiros, de 28 anos, ressaltou que os sindicatos são instrumentos de representação e luta dos trabalhadores e que a participação dos jovens é importante para defesa de suas necessidades. Ela também elogiou a iniciativa do Sintec.
” É uma honra descrever e parabenizar a iniciativa do SINTEC de valorizar a juventude, inserindo-os na pratica sindical do SINTEC. Essa ação demonstra a transformação que precisa ocorrer nas demais entidades sindicais, que ainda não debatem o assunto, para o fortalecimento da classe trabalhadora. É um belo exemplo sindical envolver a juventude no fortalecimento da categoria. Saibam que essa ação gerará muitos frutos. Os jovens têm muito a contribuir com a luta, e o sindicato como representante de todos os trabalhadores e trabalhadoras não pode deixar a juventude de fora. É muito importante a participação da juventude nos debates, nas proposições, nas composições das diretorias dos sindicatos de forma que os direitos sejam respeitados democraticamente. O SINTEC com mais essa bandeira fundamental de envolver a juventude dá um grande salto no seu trabalho com a evidência dos jovens sócios somando na luta”, afirmou Taiza.

O sindicato também tem dado oportunidade para que os jovens participem de suas diretorias. A prova disso é a Ana Emília, que com apenas 21 anos está à frente da Comunicação do Sintec. Ela é estudante de Farmácia e está no sindicato há um ano e meio. Ana conheceu o Sintec quando estudava no Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes), onde participou de vários movimentos em defesa dos direitos dos estudantes. Ela contou que foi aí que decidiu entrar para o Sintec. “Consegui conquistar algumas coisas para os estudantes e foi um passo muito importante para eu pensar em entrar para o sindicato porque quando você entra no sindicato é uma outra história. Você vai brigar com empresas e é uma luta grande. Mas, aceitei o desafio e acredito que posso fazer a diferença na Comunicação e ir aprendendo com os mais antigos”, disse a diretora de Comunicação.

Ela também incentivou outros jovens a entrarem para o sindicato. “O jovem está inserido no mercado de trabalho e precisa está em instituições que vão trazer os direitos dele e os sindicatos estão aí para isso. Então se você acha pouco o que o sindicato faz e você acredita que tem uma ideia melhor, seu lugar é no sindicato e não na crítica. Seu lugar é lá dentro colocando suas ideias em prática “, finalizou.

FACEBOOK

FAÇA PARTE

FENTEC
CUT
CFT

SINDICALIZE-SE