VOCÊ ESTA LENDO O Papel do Técnico no Desenvolvimento Econômico Brasileiro

O Papel do Técnico no Desenvolvimento Econômico Brasileiro

Notícia postada em 23/09/2021

Nesta quarta-feira, 23 de setembro, dia em que é celebrado o Dia Nacional dos Profissionais de Nível Técnico, também conhecido como Técnico Industrial. E O Sindicato dos Técnicos Industriais do Espírito Santo – SINTEC/ES não poderia deixar de se manifestar nesta data tão representativa para todos nós da diretoria.

Foi-se o tempo em que ser técnico – em qualquer ramo de atividade profissional – poderia ser considerado uma opção para os que não conseguiam passar no vestibular para fazer um curso superior. Em 1959, durante o Governo JK, que criou o slogan “50 anos em 5” como tema para seu governo, as Escolas Industriais e Técnicas foram transformadas em Escolas Técnicas Federais, instituições autárquicas que ganharam autonomia didática e de gestão, intensificando a formação de técnicos, mão de obra indispensável diante da aceleração do processo de industrialização preconizada pelo presidente Juscelino Kubitscheck de Oliveira, com construção da nova capital da República, Brasília, em pleno Planalto Central, na Região Centro-Oeste, e com isto ligando o país por longas estradas, promovendo a instalações de fábricas, incluindo as de automóveis e caminhões, usinas hidrelétricas e redes de distribuição de energia elétrica em todo o Brasil, entre outras atividades como a expansão da exploração mineral para fins siderúrgicos e petroleira iniciada ainda na Era Vargas.

Foi este movimento desenvolvimentista que revelou principalmente a importância do papel do técnico em todas essas áreas de produção, e atualmente, o mercado de trabalho corre atrás de mais profissionais técnicos que podem até ganhar mais e ter mais oportunidades do que quem tem curso superior.

O ensino no curso técnico é especialmente focado no mercado de trabalho, ensinando a exercer uma função específica e necessária no mercado da região. Por ser tão focado, um curso técnico costuma durar de um ou até três anos, e o custo é bem mais baixo do que o de uma universidade, e por isto, entre outros motivos, transformou-se no caminho mais curto entre o Ensino Médio e o mercado de trabalho. O curso técnico é uma ótima ideia!

O presidente do Sintec/ES, Dionísio carvalho, em nome de toda a categoria e da Diretoria do SINTEC/ES, parabeniza os técnicos de todas as categorias pela passagem do dia dedicado aos técnicos, esperando que “continuemos juntos, unidos e focados na defesa dos interesses dos trabalhadores técnicos, na luta de suas reivindicações assegurando as vitórias que estão sendo ameaçadas neste momento delicado nas relações do trabalho x governo no Brasil. Todos à luta! Viva do Dia do Técnico”, gritou o sindicalista.

FACEBOOK

FAÇA PARTE

FENTEC
CUT
CFT

SINDICALIZE-SE