VOCÊ ESTA LENDO Greve geral, o Brasil vai parar

Greve geral, o Brasil vai parar

Notícia postada em 27/04/2017

O SINTEC-ES, através de uma ação estratégica com a CUT e demais centrais sindicais, conclama todos os técnicos industriais no Espírito Santo para cruzar os braços e participar da greve geral nesta sexta-feira, dia 28 de abril, para juntos, derrotarmos a reforma da previdência, a reforma trabalhista e a terceirização proposta pelo governo ilegítimo de Michel Temer.

 
Unidos mais uma vez, iremos nos manifestar em repudio as propostas apresentadas pelo governo, que rasgam a CLT tornando o trabalho precário, fragiliza a organização sindical e permite a terceirização na atividade fim, condenando trabalhadores e trabalhadoras a “viverem de bico”. Tais propostas tendem a extinguir direitos básicos, como férias, décimo terceiro, descanso remunerado, jornada de trabalho, horas extras, entre outros direitos fundamentais, conquistados após décadas de lutas.

 

 

No Espírito Santo, os trabalhadores vão para as ruas nas cidades de Cachoeiro de Itapemirim, Colatina, Ibiraçu, João Neiva, Linhares, São Mateus, Serra, Cariacica, Viana e Vitória. As manifestações terão inicio às 4h, e às 14h está previsto um ato na frente do prédio da FINDES, na Avenida Nossa Senhora da Penha, na capital.

 

 

Temos motivos de sobra para repudiar o governo ilegítimo e para conclamar a classe trabalhadora para a greve geral no dia 28 de abril. Vamos parar o país, mandando mais uma vez nosso recado para a quadrilha que tomou o poder através do golpe e para sua base de parlamentares corruptos no Congresso:

 
NENHUM DIREITO A MENOS! A greve geral será um passo decisivo na luta que continuaremos a travar, sem trégua, para derrotar o governo golpista.

FACEBOOK

FAÇA PARTE

FENTEC
CUT
CFT

SINDICALIZE-SE