VOCÊ ESTA LENDO Diretoria do Sintec-ES solicita audiência com o TRT/ES

Diretoria do Sintec-ES solicita audiência com o TRT/ES

Notícia postada em 24/01/2020

Diretoria do Sintec-ES solicita audiência com o TRT/ES

 

Assinada pelo presidente do Sindicato dos Técnicos Industriais do Espírito Santo, Miguel Madeira, o Sintec-ES enviou ofício à presidente do TRT da 17ª Região, Desembargadora Ana Paula Tauceda Branco, solicitando uma reunião para “apresentar em detalhes a relação que se impõe na área da Petrobras aos trabalhadores de empresas prestadoras de serviço. ”

Foto: web

Miguel Madeira justifica dizendo que “diante da nova lei de contratações, a Petrobras alega se submeter a toda sorte de propostas, na licitação por menor preço, onde as empresas manifestam ter condições de cumprir as regras do contrato, mas que a realidade é bem outra. ”

“Enquanto isso, os trabalhadores, por sua vez, num mercado de trabalho cada vez mais excludente, aceitam salários e benefícios aquém do que recebiam no contrato anterior, exercendo a mesma função, com a mesma capacitação, e cumprindo todas as obrigações legais que a Petrobras exige”, revela o sindicalista.

O representante dos técnicos industriais do ES diz ainda que regra geral, as empresas contratadas pela Petrobras não seguem a convenção coletiva de trabalho, burlam a própria característica de suas atividades maquiando o registro na Junta Comercial.

“É bem verdade que a Justiça do Trabalho, na esmagadora maioria dos processos impetrados pelo Sintec-ES, faz cumprir a lei, e dá ganho de causa ao sindicato. Entretanto, as empresas apostam na garantia dos recursos e que a decisão final virá muito após o término do contrato”, garante Madeira.

É por isso que diante dos últimos acontecimentos e o apelo da categoria para que o sindicato atue com celeridade, é que a diretoria do Sintec/ES solicitou ser ouvida pela presidente do TRT, “para poder apresentar mais elementos e propor a mediação sobre essa prática que só tem prejudicado os trabalhadores prestadores de serviços e a própria Petrobras”,enfatiza o presidente do sindicato que aguarda manifestação do TRT.

FACEBOOK

FAÇA PARTE

FENTEC
CUT
CFT

SINDICALIZE-SE