Ato em Brasília para barrar as reformas e exigir o afastamento de Temer

23/05/2017

Será realizado nesta quarta-feira, 24 de maio, em Brasília a Marcha da Classe Trabalhadora. A manifestação tem por objetivo pressionar a retirada imediata das propostas de Reforma Trabalhista e Reforma da Previdência em tramitação no Senado e na Câmara do Deputados.

 

 

O ato exige o afastamento do presidente ilegítimo, Michel Temer (PMDB), denunciado no envolvimento de pagamento de propina, oriundas da empresa JBS, ao ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), com o objetivo de mantê-lo calado em relação a crimes de corrupção envolvendo o próprio Michel Temer e o núcleo do seu governo.

 

 

As denúncias de extrema gravidade, documentadas com provas consistentes e divulgadas no meios de comunicação, atingem também um dos expoentes das forças que dão a Temer sustentação política e parlamentar, o presidente do PSDB, senador Aécio Neves, que teria recebido recursos igualmente ilícitos de Joesley Batista, dono da JBS e que chegou a dizer, ao se referir a um de seus colaboradores: “Tem que ser um que a gente mata ele  antes de fazer a delação”.

 

 

Devido a gravidade do aprofundamento da crise política, as centrais sindicais e movimentos sociais exigem também o direito soberano do povo para a escolha de seu representante de forma direta. Recusando assim, qualquer indicação feita pelo Congresso, hoje ocupado por um grande número políticos investigados em esquemas de corrupção.

 

 

#OcupaBrasília no dia 24.

FACEBOOK

FAÇA PARTE

FENTEC
CUT
CFT

SINDICALIZE-SE