VOCÊ ESTA LENDO

Notícia postada em 01/05/2020

1º de maio – Dia Internacional do Trabalhador

Não podemos continuar nos deixando encantar pelo “canto da sereia” do Sistema Capitalista cada vez mais selvagem e mais desumano – se é possível que consiga ser mais desumano como o é desde todo o sempre
No ano passado, 2019, procuramos denunciar neste mesmo sítio do Sintec/ES na internet a tentativa dos representantes do Sistema Capitalista – os patrões –ou seja, os proprietários dos meios de produção, em denominar o dia 1º de maio como “dia do trabalho” quando na verdade, é o Dia Internacional do Trabalhador, ou seja, uma diferença que, na verdade, muda o contexto da comemoração.
Mas, este não é problema maior. O que na verdade nos chama a atenção como representantes das classes trabalhadoras, como os sindicatos de trabalhadores, as federações e confederações e as organizações sindicais de trabalhadores em geral, é que não há resistência contra o sistema como se deveria.
É lógico que neste momento de pandemia provocada pela Covid – 19, a classe operária e trabalhadora em geral se encontra totalmente fragilizada. Estamos á beira de um colapso total de número de postos de trabalho ofertados, como também de esgotamento dos leitos de enfermaria e outros leitos para tratamento da terrível doença que nos acomete.
O fantasma do desemprego em massa acaba nos intimidando para ações mais firmes e dinâmicas no enfretamento contra os exageros cometidos por autoridades e patrões no desenrolar da história da pandemia, como por exemplo, demitir ao invés de suspender temporariamente o vínculo até o retorno da normalidade sanitária. Cabe lembrar que o processo intimidatório das classes trabalhadoras, notadamente no Brasil, vem se desenvolvendo desde o golpe civil contra a presidenta Dilma Rousseff, quando o “novo governo” decidiu realizar a abominável reforma trabalhista, com conseqüências funestas sobre todos nós, trabalhadores.
Para os trabalhadores não há outra solução senão lutar. Lutas contra as injustiças, lutar pelos direitos fundamentais como a liberdade, a saúde, a educação, a moradia e a segurança. Por isto, o Dia do Trabalhador deve servir para refletirmos sobre o mundo que nos cerca, porque muito menos do que compreendê-lo, é preciso mudá-lo, torná-lo mais humano, mais sadio, mais ético, mais igual.

Viva os trabalhadores e trabalhadoras de todo o mundo!

Sintec/ES

FACEBOOK

FAÇA PARTE

FENTEC
CUT
CFT

SINDICALIZE-SE